segunda-feira, 28 de maio de 2012

Elemento Básico do Universo


Alguns cientistas acreditam que hidrogênio, por ser tão abundante, é o elemento básico do universo. Eu questiono este pensamento. Existe mais estupidez do que hidrogênio. Estupidez é o elemento básico do universo.

Frank Zappa
...

Daquilo Que Só Eu Posso Ver



Ninguém Mandou

Ninguém mandou eu me mandar daqui
Mas eu vou
Essa sua cidade só sabe subir o tom
Tom
Ninguém mandou eu me mandar daqui
Mas eu vou
Vou atrás daquilo que eu eu achar de bom

Eu vou fugir da tradição do trem lotado
Do folclore, do feriado
Do fetiche, do sinal fechado
Do ritual, do resfriado
Vou

E quem mandou eu me mandar daqui?
Mas eu vou
Essa sua cidade só sabe se defender
Ninguém mandou eu me mandar aqui
Mas eu vou!
Vou atrás daquilo que só eu posso ver

Eu vou fugir da traduição do trem lotado
Do folclore, do feriado
Do fetiche, do sinal fechado
Do ritual, do resfriado
Vou
Sim eu vou!

...


quinta-feira, 24 de maio de 2012

Cuidado Pra Não Se Perder



Tudo Bem

Se você soubesse tudo que eu sei
Então não andaria nos lugares onde andei
Mas você não sabe
E nem podia saber...

Agora já foi
As notas dissonantes já se integraram ao
Som dos imbecis...

E tudo bem
Se é pior do que parece
Tudo bem
Se você teve mais do que merece
Tudo bem
Se é mais forte que você
Tudo bem

Cuidado pra não se perder
Se você ouvisse os conselhos que eu te dei
Então não abriria as janelas que eu tranquei
Mas você não ouviu
E a tempestade caiu...

Agora já foi
Mas saiba que o sol há de brilhar mais uma vez
E tudo bem
Acho que é mesmo estranho
Tudo bem
Pra toda perda há um ganho
Tudo bem
Que nada mais pareça exato
Tudo bem
Mudar um pouco de formato
...

terça-feira, 22 de maio de 2012

Quem Trabalha Com a Alma



Alma

Chega mais rápido se você for com calma
Voa mais alto quem trabalha com a alma
Se enrolar e se estrepar pra maltratar o coração
Relutar em se entregar pra se entregar a solidão
...

segunda-feira, 21 de maio de 2012

Charles Bukowski - Frases


Frases:

"Nunca me senti só. Gosto de estar comigo mesmo. Sou a melhor forma de entretenimento que posso encontrar.”

"Não, eu não odeio as pessoas. Só prefiro quando elas não estão por perto."

"Cheguei numa fase da minha vida que vejo que a única coisa que fiz até agora foi fugir, fugir de mim mesmo, do meu nada, e agora não tenho mais para onde ir, nem sei o que vou fazer, fui péssimo em tudo."

"Me sinto bem em não participar de nada. Me alegra não estar apaixonado e não estar de bem com o mundo. Gosto de me sentir estranho a tudo..."

"A vida me fode, não nos damos bem. Tenho que comê-la pelas beiradas, não tudo de uma vez só. É como engolir baldes de merda."

"Existem coisas piores que estar sozinho
mas geralmente leva decadas para entender isso
e quase sempre quando você entende é tarde demais.
E não há nada pior que tarde demais."

"Eu estava longe de ser uma pessoa interessante. Não queria ser uma pessoa interessante, dava muito trabalho. Eu queria mesmo um espaço sossegado, e obscuro pra viver a minha solidão; por outro lado, de porre, eu abria o berreiro, pirava, queria tudo, e não conseguia nada."

"Gostava mais quando conseguia imaginar grandeza nos outros, mesmo que nem sempre houvesse."

"De algum modo, sentia que estava ficando meio maluco. Mas sempre me sentia assim. De qualquer forma, a insanidade é relativa. Quem estabelece a norma?"

"Um intelectual é um homem que diz uma coisa simples de uma maneira difícil; um artista é um homem que diz uma coisa difícil de uma maneira simples."

"O problema com o mundo é que as pessoas inteligentes estão cheias de dúvidas, enquanto os estúpidos estão cheios de confiança."

"Quando a gente acha que chegou no fundo do poço, sempre descobre que pode ir ainda mais fundo. Que escrotidão."

"Literatura é que nem mulher: quando não presta, nem vale a pena perder tempo."

"..sabia que tinha alguma coisa fora do lugar em mim. Eu era uma soma de todos os erros: bebia, era preguiçoso, não tinha um deus, idéias, ideais, nem me preocupava com política. Eu estava ancorado no nada, uma espécie de não-ser. E aceitava isso."

"Quanto mais o tempo passa, menos eu significo pras pessoas e menos elas significam pra mim."

"Bem, todos morrem um dia, é simples matemática. Nada de novo. A espera é que é um problema."

"O indivíduo bem equilibrado é insano."

"O mundo inteiro é um saco de merdas se rasgando. Não posso salvá-lo. Sei que nos movemos em direção à miragem, nossas vidas são desperdiçadas, como as de todo mundo. Eu sei que nove décimos de mim já morreram, mas eu guardo o décimo restante como uma arma."

"Quando era jovem, eu vivia deprimido. Mas, agora, o suicídio não era mais uma saída pra mim. É o que parecia. Na minha idade, já não sobrava muito que matar."

"Advogados, médicos, bombeiros mecânicos, eles é que ficavam com a grana toda. Escritores? Os escritores morriam de fome. Os escritores se suicidavam. Os escritores enloqueciam."

"Posso viver sem a grande maioria das pessoas. Elas não me completam, me esvaziam."

"Não há nada que ensine mais do que se reorganizar depois do fracasso e seguir em frente."

"Nunca espere demais, da sorte ou dos outros, no fim não há quem não decepcione você."

"Beleza não vale nada e depois não dura. Você nem sabe a sorte que tem de ser feio. Assim quando alguém simpatiza contigo, já sabe que é por outra razão."

"Eu continuo me perguntando porque me preocupo quando ninguém mais se importa."

"Estávamos todos juntos nisso. Todos juntos num grande vaso cheio de merda. Não havia escapatória. Todos desceríamos juntos com a descarga."

"É, eu sou o herói, o mito. Sou o não mimado, o que não se vendeu. Minhas cartas são vendidas por 250 dólares lá no leste. E eu não consigo comprar um saco de peidos."

"A verdade é que somos umas monstruosidades. Se pudéssemos nos ver de verdade, saberíamos como somos ridículos com nossos intestinos retorcidos pelos quais deslizam lentamente as fezes... enquanto nos olhamos nos olhos e dizemos: 'Te amo'. Fazemos e produzimos uma porção de porcarias, mas não peidamos perto de uma pessoa. Tudo tem um fio cômico."

"As pessoas apaixonadas, em geral, se tornam impacientes, perigosas. Perdem o senso de perspectiva. Perdem o senso de humor. Ficam nervosas, tornam-se chatas, psicóticas. Podem virar assassinas."

"O amor é pros que aguentam a sobrecarga psíquica."

"Se você está perdendo sua alma e você sabe disso, então você ainda tem uma alma a perder."

"Eu gostava do lugar, tinha grandes árvores que davam sombra, e desde que algumas pessoas haviam me dito que eu era feio, sempre preferia a sombra ao sol, a escuridão à luz."

"Os melhores geralmente morrem por suas próprias mãos apenas para escapar e aqueles que ficam pra trás nunca conseguem compreender por que alguem iria querer escapar deles."

"Humanidade/bondade, nunca existiu nada disso desde o inicio."

"Os grandes homens são sempre os mais solitários."

"(...) era isso que eles queriam: Mentiras. Mentiras maravilhosas. Era disso que precisavam. As pessoas eram idiotas, seria fácil pra mim assim."

"Sem ambição, sem talento, sem sorte. O que me mantinha fora da sarjeta era pura sorte, e a sorte jamais durava."

"De alguma forma, nunca consegui me ajustar na sociedade. Não gosto da humanidade. Não tenho o menor desejo de me ajustar, nenhum senso de lealdade, nenhum objetivo de fato."

"Às vezes, me sinto como se estivéssemos todos presos num filme. Sabemos nossas falas, onde caminhar, como atuar, só que não há uma câmera. No entanto, não conseguimos sair do filme. E é um filme ruim."

"Estar sozinho nunca me pareceu certo. Às vezes me senti bem, mas isso nunca me pareceu certo."

"O que eu odeio é que algum dia tudo se reduzirá a nada, os amores, os poemas. Acabaremos recheados de terra como um taco barato. Que coisa mais triste, tudo é tão triste - a gente passa a vida inteira feito bobo pra depois morrer que nem besta."

"Não há nada a lamentar sobre a morte, assim como não há nada a lamentar sobre o crescimento de uma flor. O que é terrível não é a morte, mas as vidas que as pessoas levam ou não levam até a sua morte."

"A maior parte do mundo estava doida. E a parte que não era doida era furiosa. E a parte que não era doida nem furiosa era apenas idiota."

"As pessoas eram limitadas e cuidadosas, todas iguais. E eu teria que viver com esses putos pelo resto de minha vida, pensava."

"Raramente encontro uma pessoa rara ou interessante. É mais que perturbador, é um choque constante."

"As garotas pareciam legais a certa distância, o sol resplandecendo em seus vestidos, em seus cabelos. Mas vá se aproximar e ouvir seus pensamentos escorrendo boca afora, você vai sentir vontade de cavar um buraco ao sopé de uma colina e se entrincheirar com uma metralhadora."

"Nós nascemos assim, nisso: Nos hospitais que são tão caros, que são baratos para morrer; num país onde as cadeias estão cheias e os hospícios estão fechados; num lugar onde as massas elevam idiotas em heróis ricos."

"Sou apenas um bloco de pedra para mim mesmo. Quero ficar dentro desse bloco, sem ser perturbado. Foi assim desde o começo. Resisti a meus pais, resisti à escola e depois resisti a tornar-me um cidadão decente. O que quer que eu fosse, fui desde o começo. Não queria que ninguém mexesse com isso. E ainda não quero."

"Gente estúpida misturada com gente estúpida. Que se estupidifiquem entre eles."

"Minha única ambição é não ser nada, me parece a coisa mais sensata."

Charles Bukowski
...

Graveola E O Lixo Polifônico


Graveola E O Lixo Polifônico

Eu Preciso de Um Liquidificador (2011)

01. Blues Via Satélite
02. Pra Parar De Vez
03. Desencontro
04. Farewell Love Song
05. Desdenha
06. Desmantelado
07. Inverno
08. Nesse Instante Só
09. Lindo Toque
10. Rua A
11. Canção Para Um Cão Qualquer
12. Kilo de Pão
13. Babulina's Trip
14. O Cão e A Ciencia

Download
...


sábado, 19 de maio de 2012

Scorsese - Cabo do Medo


Cabo do Medo (1991)

Max Cady (Robert De Niro), um psicopata que foi preso e condenado por estupro 14 anos atrás, cumpriu sua pena e agora está livre. Ele pretende se vingar de Sam Bowden (Nick Nolte), seu ex-advogado, que deliberadamente omitiu informações que alterariam a decisão do júri. Ele pretende agora aterrorizar ao extremo Sam, Leigh Bowden (Jessica Lange), sua mulher, e Danielle (Juliette Lewis), sua filha adolescente, mas pretende fazer isto da forma mais legal possível, pois enquanto cumpria pena estudou todos os aspectos legais possíveis.

Diretor: Martin Scorsese
Áudio: Inglês
Legendas: Portugês
Duração: 130 minutos
Qualidade: DVDRip
Tamanho: 1.3 GB
Servidor: Torrent

Download
...


quinta-feira, 17 de maio de 2012

Urban Street Walk!!!

quarta-feira, 16 de maio de 2012

É Uma Pedra Que Rola

terça-feira, 15 de maio de 2012

O Deus Que Devasta (2012)


Lucas Santtana

O Deus que Devasta Mas Também Cura (2012)

1. O Deus que devasta mas também cura
2. Músico
3. Jogos madrugais
4. É sempre bom se lembrar
5. Se pá ska S.P.
6. Ela é Belém
7. Vamos andar pela cidade
8. Pra onde irá essa noite?
9. Dia de furar onda no mar (para Josué, Matheus e Joaquim)
10. O Paladino e seu cavalo Altar (This is not the Fire)

Download
...

Só Não Podemos Fingir



Perfeitos

Eu sei que nós somos apenas como velho amigos
Nós só não podemos fingir
Que amantes corrigem erros
Nós somos motivos tão irreais
Nós não podemos escapar de sentir que alguma coisa se perdeu

Mas por favor você sabe que você é igual a mim
Da próxima vez eu prometo que nos seremos perfeitos
Perfeitos
Perfeitos estranhos abaixo do limite
Amantes fora de tempo
Memórias desatadas

Até agora, eu continuo sabendo quem você é
Mas agora eu me pergunto quem eu era...

Anjo, você sabe que não é o fim
Nós sempre seremos bons amigos
Mas as cartas foram lançadas

Então por favor, você sempre foi tão livre
Você verá, eu prometo que nós seremos perfeitos
Perfeitos estranhos quando nos conhecemos
Estranhos na rua
Amantes enquanto dormimos

Perfeitos
Você sabe tinha de ser
Nós sempre fomos tão livres
Nós prometemos que seríamos
Perfeitos
Perfeitos
Perfeitos
...

sábado, 12 de maio de 2012

Amarelo Manga (2002)


Amarelo Manga (2002)

Histórias de encontros e desencontros amorosos que acontecem no submundo de Recife, revelando personagens exóticos: um açougueiro infiel casado com uma evangélica; um traficante necrófilo; a dona de um botequim assediada pelos frequentadores e um cozinheiro homossexual.

Diretor: Cláudio Assis
Áudio: Português
Legendas: Sem Legenda
Duração: 103 minutos
Qualidade: DVDRip
Tamanho: 700 MB
Servidor: Torrent

Download
...


sexta-feira, 11 de maio de 2012

Aquele Garoto é Cafajeste



Adolescente Fluorescente

Você costumava conseguir isso em suas meias arrastão
Agora você só consegue no seu vestido de festas
Descartou as noitadas por gentileza
Estacionada em uma crise muito comum
Tudo está em ordem dentro de um buraco negro
Nada parece tão bonito quanto o passado, apesar de tudo
No Bloody Mary está faltando o tabasco dela
Lembra quando ele costumava ser um canalha?

Oh, aquele garoto é um cafajeste
O melhor que você já teve
O melhor que você já teve
É apenas uma lembrança e aqueles sonhos
Não eram tão estúpidos quanto pareciam
Não tão estúpidos quanto pareciam
Meu amor, quando você os sonhou...

Folheando um livrinho de dicas de sexo
Se lembra de quando os garotos eram todos elétricos?
Agora quando ela conta que vai conseguir isso
Eu fico achando que ela preferiria apenas esquecer isso
Se contendo para não ficar sentimental
Ela disse que não iria, mas foi assim mesmo
Gosta que seus cavalheiros não sejam gentis
Era um marcador de bingo ou um lápis de apostas?

Oh, aquele garoto é cafajeste
O melhor que você já teve
O melhor que você já teve
É apenas uma memória e aqueles sonhos
Não eram tão estúpidos quanto pareciam
Não tão estúpidos quanto pareciam
Meu amor, quando você os sonhou...
Oh lindeza, pra onde você foi?
Pra onde você foi?
Pra onde você foi? Woah

Desmoronando
Você abandonou a Travessa da Última Gargalhada
Você investigou
Você não volta mais.

Desmoronando
Você virou a esquerda na Rua da Ultima Risada
Você investigou
Você não volta mais.

Você costumava a conseguir em suas meias arrastão
Agora você só consegue no seu vestido de festas
Descartou as noitadas por gentileza
Estacionada em uma crise muito comum
Tudo está em ordem dentro de um buraco negro
Nada parece tão bonito quanto o passado, apesar de tudo
No Bloody Mary está faltando o tabasco dela
Lembra quando ele costumava ser um canalha?
...

quinta-feira, 10 de maio de 2012

Highway 61 Revisted (1965)


Bob Dylan - Highway 61 Revisited (1965)

1- Like a Rolling Stone
2- Tombstone Blues
3- It Takes a Lot to Laugh, It Takes a Train to Cry
4- From a Buick 6
5- Ballad of a Thin Man
6- Queen Jane Approximately
7- Highway 61 Revisited
8- Just Like Tom Thumb's Blues
9- Desolation Row

From A Buick 6

Powered by mp3skull.com

Download
...

quarta-feira, 9 de maio de 2012

Ah Yeah... Foda-se Tudo



Fluxo Constante

Congelando, descansa sua cabeça em um travesseiro feito de concreto, de novo
Sentindo, talvez ele se sinta um pouco melhor em alguns dias
Esmola, rostos que ele sempre vê já não são tão familiares
Sorriso sombrio, ele não pode evitar, quando está feliz parece insano, oh yeah

Fluxo constante, pensamentos chegam como borboletas
Ele não sabe, então ele os expulsa
Algum dia ainda, ele começará sua vida novamente
Vida novamente, vida novamente...

Ajoelhando, olhando para o jornal mesmo sem saber ler
Rezando, agora para alguma coisa que nunca o mostrou nada
Sentindo, entende que inverno está chegando
Tetos, raros entre todos os legítimos salões da vergonha
Fluxo constante, pensamentos chegam como borboletas
Ele não sabe, então ele os expulsa
Algum dia ainda, ele começará sua vida novamente
Mãos sussurrantes, o conduzem gentilmente para longe...
Ele longe, ele longe...
Yeah!
Woo... ah yeah... foda-se tudo...

Fluxo constante, pensamentos chegam como borboletas
Ele não sabe, então ele os expulsa
Algum dia ainda, ele começará sua vida novamente
Mãos sussurrantes, o conduzem gentilmente para longe...
Ele longe, ele longe...
Yeah!
Woo... uh huh... yeah, yeah, fodam-se todos de novo...

terça-feira, 8 de maio de 2012

A Árvore da Vida (2011)


A Árvore da Vida (2011)

O grande feito deste “A Árvore da Vida” é lidar com temas existenciais sem alienar religiosos ou ateus. Escrito e dirigido por Terrence Malick, o longa retrata quão magnífica e terrível a vida pode ser, fazendo isso em diversos níveis.

O mais presente deles é a luta interna de seu personagem central, Jack (Sean Penn), amargurado filho de um casal com ideologias completamente diferentes. A trágica morte do irmão mais jovem do protagonista, aos 19 anos, marcou aquela família para sempre, com este trauma ainda se fazendo presente muitos anos depois.

A escala da história contada por Malick é inacreditável, indo desde o Big Bang até os dias atuais. O cineasta cria uma narrativa única através de uma montagem não-linear. Algumas das elipses presentes em determinado ponto da produção avançam em centenas de milhares de anos, remetendo diretamente a “2001 – Uma Odisséia no Espaço”, de Stanley Kubrick, cujo estilo cinematográfico é referenciado por diversas vezes durante a projeção, inclusive de modo bastante gráfico em uma determinada tomada.

As lacunas presentes na produção devem ser preenchidas pelas próprias experiências do público, com este sendo confrontado e desafiado por questionamentos a cada momento, com o longa nunca apresentando respostas fáceis. Estaria o milagre da vida nos magníficos e aterrorizantes eventos que fizeram com que seres tão diferentes existam em nosso mundo ou escondido nas nossas interações com o meio e com nós mesmos? E como aceitar a existência de um Deus que nos interpõe tantos dissabores e dificuldades?

Dentre tantas perguntas, Malick parece ter uma certeza: a capacidade de amar e de se assombrar da humanidade é o que define a beleza e a razão da existência desta. Destarte, seriam os percalços e destruições que ocorrem durante nosso período nesta esfera azul o preço a pagar por tais maravilhas, uma parte inerente da incrível aventura que é viver?

Nada retratado nos contemplativos e longos planos estabelecidos pelo diretor é por acaso, com a menção explícita ao livro de Jó se mostrando precisa. Aceitar acontecimentos negativos se torna difícil para aqueles que, instintivamente, visam uma noção egoísta de bem estar.

Neste ponto, surge o conflito entre a Mãe (Jessica Chastain) e o Pai (Brad Pitt) de Jack. Fincando este ponto da narrativa nos anos 1950 – a era do self-made men americano -, presenciamos o crescimento do pequeno Jack (Hunter McCracken), seu amor pelo irmão fadado à morte e sua evolução de criança inocente até o adulto sem alegria que vimos ao encontrá-lo pela primeira vez. As performances que o diretor extrai do elenco, principalmente do trio Pitt, Chastain e McCracken, são absolutamente arrebatadoras, com a dinâmica familiar sendo extremamente beneficiada pela química entre os atores.

A forma autoritária e dura com a qual Jack e seus irmãos são tratados pelo austero Pai esconde um amor palpável e um desejo de que seus filhos consigam ser donos de si mesmos, de suas existências, de seus sonhos. Tal ponto de vista é contrastado pelo carinho incondicional que os garotos recebem da Mãe, que absorve as dificuldades da vida de forma aparentemente passiva, sem entrar em conflito direto com seu esposo, jamais traindo sua natureza abnegada e bondosa, dotada de uma compaixão que lhe vem sem esforço.

O Pai é visto como uma figura relativamente ausente e, ao aparecer, notamos primariamente suas características menos agradáveis, com até mesmo sua paixão pela música se tornando uma fonte de ressentimento. Mesmo assim, o público jamais sente antipatia pela figura paterna exatamente por ser tangível o amor que este sente por seus filhos, ainda que o sentimento se manifeste de formas pouco carinhosas e nada complacentes. Notem que ele trabalha em uma fábrica, sempre lidando com elementos artificiais. Dono de várias patentes, o longa ressalta que o Pai é um inventor, um criador, deixando bastante clara esta metáfora em relação a Deus.

Enquanto isso, a Mãe é enquadrada por uma viés acolhedor, sempre em comunhão com seu meio, seja no seio do lar ou no verde da grama sobre a qual pisa com seus pés descalços. Suas interações com os filhos ocorrem de maneira leve, descontraída, com ela sempre banhada em uma luz que aparenta ser quente e acolhedora, tal como sua personalidade, dando-lhe um ar quase etéreo.

Mãe e Pai são vistos quase como partes de uma espécie de “santíssima trindade” para Jack que, aos poucos, vai conhecendo mais sobre si mesmo. Desta noção, há um novo questionamento: Pai, o pequeno Jack e Mãe representariam “Pai, Filho e Espírito Santo” ou ”Superego, Ego e Id” para o protagonista? Repare que, a despeito do Jack adulto ser a alma conflituosa que nos leva nesta jornada, é pelo ponto de vista de sua versão jovem que enxergamos a lide interior do personagem, até a sua catarse final.

Contando com uma fotografia irretocável, ótimos efeitos especiais e embalado pela belíssima trilha sonora de Alexandre Desplat (reforçada por composições clássicas, tais como “Vltava”, de Bedřich Smetana), “A Árvore da Vida” é uma obra repleta de simbolismos e significados. Trata-se não apenas de um filme, mas do poderoso retrato de um artista sobre a própria natureza da vida.

Texto: Thiago Siqueira

Dados do Arquivo

Diretor: Terrence Malick
Áudio: Inglês
Legendas: Português
Duração: 138 min.
Qualidade: DVDRip
Tamanho: 1.6 GB
Servidor: Torrent

Download
...


segunda-feira, 7 de maio de 2012

A Luz Sumiu Para Você?



Ladrões de Cadáveres

Eu não
Entendo
O que foi
que eu fiz de errado

Cheio de buracos
Cheque o pulso
Pisque os olhos
Uma vez para sim
Duas vezes para não

Eu não tenho idéia do que estou falando
Estou preso neste corpo e não consigo sair

Você matou o som
Removeu a espinha dorsal
Uma imitação barata
Com as beiras serradas

Eu não tenho idéia do que você está falando
Sua boca só se move se alguém estiver pegando em sua bunda

A luz sumiu para você?
Porque a luz se foi para mim
Esse é o século 21
Esse é o século 21
Isso pode te seguir como um cachorro
Isso me levou aos meus joelhos
Eles pegam uma pele e me colocam dentro
Eles pegam uma pele e me colocam dentro
Nas linhas enroladas em volta do meu rosto
Nas linhas enroladas em volta do meu rosto
E para quem quiser ver
E para quem quiser ver

Estou vivo

Eu vejo chegando
Eu vejo chegando
Eu vejo chegando
Eu vejo chegando
...

sexta-feira, 4 de maio de 2012

Radiohead - In Rainbows


Radiohead - In Rainbows (2007)

01. 15 Step
02. Bodysnatchers
03. Nude
04. Weird Fishes/Arpeggi
05. All I Need
06. Faust Arp
07. Reckoner
08. House Of Cards
09. Jigsaw Falling Into Place
10. Videotape

Nude

Powered by mp3skull.com

Download
...


terça-feira, 1 de maio de 2012

Alan Wake PC Full (2012)


Alan Wake - PC Full (2012)

Até pouco tempo atrás, Alan Wake, protagonista do thriller psicológico que leva o seu nome, não tinha muito do que se queixar. Autor de livros de sucesso, suas obras de ficção arrebataram fãs do mundo inteiro, fascinados pelas suas envolventes histórias de terror carregadas de suspense e fartos elementos que exploravam temas sobrenaturais. Porém, esse seu lado público e notório, apesar de estar marcado pelo recebimento de cobiçados prêmios literários e por uma popularidade sem precedentes, escondia uma faceta pouca conhecida de Wake.

Acometido por um rigoroso bloqueio criativo, há dois anos que ele não consegue encontrar inspiração para escrever o seu próximo romance. A pressão do editor para acelerar a entrega do trabalho igualmente contribuiu para fragilizar o seu bem-estar emocional, levando-o a ter pesadelos assustadores que misturam eventos dos seus próprios livros com a sinistra aparição de uma misteriosa entidade que insiste que ele siga as suas enigmáticas determinações.

Apesar dessa má fase, nem tudo está perdido para o atormentado Wake. Preocupada com o esgotamento físico e mental do seu marido, Alice tem uma ideia aparentemente irresistível: convidá-lo a passar umas merecidas férias no belo e tranquilo vilarejo de Bright Falls. Vislumbrando a oportunidade de se desligar das maçantes obrigações do dia a dia, e relaxar ao lado de paisagens inspiradoras, Wake acaba aceitando. Ao chegar ao local, porém, ele percebe que nem tudo sairá conforme o planejado.

Com o intuito de incentivar a sua criatividade, Alice presenteia Wake com uma máquina de escrever. Ela também sugere que ele visite um renomado médico da região, famoso por tratar de pacientes com problemas similares. Furioso por perceber que as férias não sairiam como previa, somado ao sufocante assédio dos fãs da região, Wake acaba tendo uma séria discussão com a sua esposa, deixando a rústica casa em que estão hospedados para pegar um ar fresco no jardim. O que ele não esperava era a provação que ainda estava por vir...

No segundo seguinte, Alice começa a gritar desesperadamente, levando a crer que estava sofrendo um ataque brutal. Na pressa de ir socorrê-la, algo inesperado acontece: um corte abrupto nos acontecimentos leva Wake a acordar momentos após um acidente de carro. Profundamente confuso, e sem conseguir se recordar dos eventos que antecederam o incidente, ele percebe que a sua mulher está desaparecida, e inicia uma jornada na tentativa de encontrá-la. Uma tarefa que será longa, pois, além de esbarrar nas excentricidades do local, enfrentar as peculiaridades dos seus habitantes e lidar com os acontecimentos sobrenaturais que rondam a região, o herói perceberá que todos os eventos refletem as ações do seu mais macabro livro -- aquele que nem ele lembra ter escrito.

Abordar o terror psicológico sofrido por protagonistas de games não chega a representar uma experiência totalmente nova, mas em "Alan Wake" estamos muito bem servidos. Desenvolvido pela Remedy Entertainment, a mesma responsável pelo incontestável clássico Max Payne (e que também tratava dos horrores vividos pelo personagem principal), a jogabilidade está basicamente dividida em três aspectos: a exploração das traiçoeiras regiões em busca de itens como munição, armamentos e páginas soltas da obra que revelam detalhes da história (e que dão dicas do que está por vir); a resolução dos engenhosos quebra-cabeças que contribuem para diversificar a ação; e as intensas sequências dedicadas aos combates frenéticos contra criaturas bizarras.

Esse último aspecto é particularmente interessante. Além de empregar armas convencionais e um potente sinalizador que causa impressionantes bolas de fogo, a mais importante aliada para manter-se vivo consiste no uso de uma simples lanterna. Isso mesmo. Como as entidades que perseguem Wake são sensíveis à claridade, para conseguir enfraquecê-las, será preciso lançar um feixe concentrado de luz até tirar "as forças da escuridão" que as guiam. E, claro, posteriormente terminar o serviço com alguns tiros de misericórdia.

Essa técnica é interessante por aumentar consideravelmente as opções para os combates. Está acuado por uma grande quantidade de criaturas, a ponto de não conseguir dar conta de todas ao mesmo tempo? Corra para uma região bem iluminada para dispersá-las. Deseja impedir o avanço desses seres para explorar com mais calma os arredores? Monte armadilhas que usem fontes de luz ou deixe ligados os holofotes que encontrar pelo caminho. As possibilidades são inúmeras, e empregá-las eficientemente é um fator crucial para concluir as suas missões sem correr maiores riscos.

Usando um formato inspirado nos episódios das séries de TV, em que cada um dos seis capítulos terminam com um gancho, outro fator que chama a atenção é o capricho da produção. Os cenários são detalhados e bem construídos, e os abundantes efeitos de luz imprimem uma realidade pouco vista em jogos do gênero. E mesmo que a narrativa esteja um tanto fragmentada, ela é desenrolada no ritmo certo, mantendo o clima de suspense que instiga a curiosidade ao longo de toda a aventura.

Tamanho: 7.46 GB
Idioma: Inglês
Tradução: Português

Download
...