domingo, 17 de abril de 2016

Numa Leve e Linda Solidão



Fortaleza

No lugar de onde nunca vim
que amigos já não sei quem são?
Do que foi que eu me esqueci por
indelicadeza?
Se meu lugar ainda está aqui
Que amores ainda serão?
Numa leve e linda solidão
Não vou deixar de lado o que é dos meus

A história que não inventei
Tudo aquilo que não se falou
Se a raiva nasce por amor
É uma fortaleza

Quem no meio da viagem viu?
Muita gente na cidade ouviu
No fi nal quem foi que decidiu
Quem vai poder plantar
As flores que nascem na cabeça?
As flores que nascem na cabeça?

Como é que vão dizer o que não é e você vai
fi car calado?
Como é que vão contar o que não foi e você
não vai dizer nada?
Como é que não respeitam meu lugar?

Como é que não?
Como é que não?
Como é que não?

Olha só
Que foi que aconteceu?
Olha lá
Quem grita da janela?
Olha aqui
Quem é que te espera?
Olha bem
Quem fez barulho a noite sempre quis te
acordar

Silêncio
...
 

0 comentários:

Postar um comentário