quarta-feira, 15 de abril de 2015

Somos Os Últimos Beatniks



Vlad O Empalador

Rosto verificado, caminho esta praia
Estou fritando no calor do caldeirão no qual me mexem
Mastigando os meus dentes de diamante, eu não tenho
Aquela coisa simples da vida, e me sinto como se
Você tivesse que testemunhar
Este é o seu último refúgio
Minha última repetição

Todos os meus amigos são mais afiados do que lâminas
Eles te cortam se você tocar nos outros
Garotas de classe alta penduradas nos elevadores
Agora nós temos que atingir o chão

Se solte, se solte

Não tem como você me acertar, eu ainda estou vivo
Com sapatos de pele de cobra, estou implorando por um homicídio
Venha cá e sinta isso, eu ainda estou vivo
O palhaço vai te encontrar do outro lado

Banshie*, eu ouvi você chamar
Precisamos ressuscitar os mortos, precisamos ressuscitar as pessoas
Com a garganta cortada, este sangue corre grosso
É verdade que as pequenas coisas da vida se perdem
Você tem que testemunhar
Nós somos os últimos beatniks
Os últimos hereges

Todos os meus amigos são mais afiados do que lâminas
Eles te cortam se você tocar nos outros
Preste atenção em todas as suas farsas
Agora nós temos que atingir o chão
Agora nós temos que atingir o chão

Se solte, se solte

Não tem como você me acertar, eu ainda estou vivo
Com sapatos de pele de cobra, estou implorando por um homicídio
Venha cá e sinta isso, eu ainda estou vivo
O palhaço vai te encontrar do outro lado
...


*"Banshie" na tradição escocesa e irlandesa é uma fada que prediz a morte de algum membro da família
...

0 comentários:

Postar um comentário